quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Vulcão é uma abertura na crosta terrestre, de formato montanhoso, por onde saem magma, cinzas, gases e poeira. Esta estrutura geológica é formada, geralmente, a partir do encontro entre placas tectônicas. (Observe a figura abaixo)

Quando um vulcão entra em erupção (em atividade) pode provocar terremotos e lançar na atmosfera grande quantidade de materiais magmáticos, gerando uma ameaça para as populações que moram próximas.

Os principais vulcões do mundo são: Etna (Sicília), Monte Fuji (Japão), Kilauea (Havaí), Krakatoa (Indonésia), Monte Pinatubo (Filipinas), Vesúvio (Itália) e El Chichon (México).

Assim como outros desastres dessa natureza, as erupções são imprevisíveis e causam danos indiscriminados. Entre outras coisas, tendem a desvalorizar os imóveis localizados em suas vizinhanças, prejudicar o turismo e consumir a renda pública e privada em reconstruções. Na Terra, os vulcões tendem formar-se junto das margens das placas tectónicas. No entanto, existem excepções quando os vulcões ocorrem em zonas chamadas de hot spots(pontos quentes). Por outro lado, os arredores de vulcões, formados de lava arrefecida, tendem a ser compostos de solos bastante férteis para a agricultura.

A palavra "vulcão" deriva do nome do deus do fogo na mitologia romana Vulcano. A ciência que estuda os vulcões designa-se por vulcanologia.

Esse fenômeno natural, assim como outros que acontecem, não é passível de previsões precisas por isso muitas vezes produzem danos sem precedentes.




3 comentários:

dehhhhh disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dehhhhh disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Silveira disse...

Esta aí os vulcões!Puxa,pelo que a gente vê, dá muito vontade de morar perto de um...mas,se pensamos em vulcões logo pensamos no que me aterroriza:sua erupção!